Aquário de Peixes

Aquário de peixes: como limpar corretamente!

Limpar um aquário de peixes é uma tarefa da qual não dá para escapar se você quiser um tanque com esses simpáticos animaizinhos. Por outro lado, trata-se de um procedimento simples, que não toma muito tempo.

A limpeza é indispensável porque os detritos que ficam na água — restos de comida, algas, fezes etc. — entram em decomposição e começam a absorver o oxigênio.

Com o passar dos dias, o ambiente fica cada vez mais poluído, um risco enorme para esses graciosos amiguinhos, que não conseguem respirar.

Os cuidados são necessários, mas não é preciso muita preocupação! Neste post, vamos mostrar de forma bem fácil como garantir um aquário de peixes bonito e equilibrado. Confira!

Fique atento aos detalhes do seu aquário

Quando você decidir qual será o seu aquário de peixes, tenha em mente que cada tanque necessita de modos de limpeza distintos. Também influencia na maneira de higienizar o tamanho do reservatório.

Os maiores, por exemplo, não precisam ser desmontados para ficarem em boas condições. Com os modelos pequenos, é possível remover os adornos e até mesmo os próprios peixinhos para fazer os procedimentos. O mais importante é seguir as recomendações do pet shop.

Tome cuidado ao trocar a água

Os peixes são animais muito vulneráveis à temperatura e ao PH (Potencial Hidrogeniônico) da água. Você sabe o que essa sigla significa? Ela nada mais é do que uma medição para a concentração de íons (H+) em uma solução aquosa. Em outras palavras, o PH aponta se a água é ácida, neutra ou alcalina.

A escala de PH oscila do número 1 ao 14. Abaixo de 6, a água é ácida. Perto de 7, neutra. Acima desse valor, a água é alcalina. Para os peixes de água doce, por exemplo, é recomendado um PH de 7,2 a 7,8.

Geralmente, a limpeza deve ser feita a cada 15 dias. Mais uma vez, o segredo é obedecer as regras específicas para as espécies de peixes e para o tipo de reservatório, principalmente no caso das pessoas ainda iniciantes no aquarismo. Veja um passo a passo de como deixar o tanque limpinho:

• Resíduos: 

Retire com uma peneira dejetos como algas, fezes e comida. Além disso, capriche no fundo do aquário e na superfície do cascalho e dos enfeites;

• Remoção da água em aquários maiores: 

Para viveiros de peixes maiores, a dica é usar um sifão próprio para aquário. Nesse caso, coloque uma extremidade dessa mangueira na água e, a outra, em um balde. Assim, você faz a troca de modo mais prático;

• Substituição da água em aquários menores: 

Se o seu aquário for menor, basta despejar o volume recomendado de água suja na pia ou no vaso sanitário;

• Clima: 

Assegure que a temperatura da água nova está amena. Muito calor ou frio em excesso podem até matar seu animalzinho de estimação;

• Volume: 

Deve-se extrair mais ou menos 20% do conteúdo atual;

• Água tratada: 

Reponha a quantia que foi jogada fora com água filtrada e sem cloro. Usar a água que sai direto da torneira pode fazer mal aos peixinhos;

• Teste de PH: 

Faça um teste de PH com kits comprados em pets shops confiáveis para ver se o ambiente está equilibrado;

• Neutralização:

Caso o PH esteja fora das recomendações para o seu aquário, aplique produtos para neutralizar. Isso é bem simples de fazer, sendo que no próprio pet shop você consegue informações sobre o procedimento.

Evite os erros mais comuns

Preste bastante atenção na quantidade de comida que você introduz no seu aquário de peixes. Ração demais deixa a água suja. Por isso, o exagero é um perigo real. Aqui, vale o mesmo conselho: aja de acordo com as instruções.

Outro equívoco grave é lavar o aquário com sabão ou mesmo usar produtos de limpeza. Esses itens têm elementos químicos que são tóxicos. Por mais que você tente enxaguar bem, sempre ficará algum resquício desses materiais.

Quando isso acontece, os peixes ficam estranhos: muito agitados ou em estado de letargia. Isso dificulta a alimentação e pode até causar a morte.

Outra dica: os aquários de 5 litros ou mais não devem ser desmontados para a limpeza. Para eles, basta que você faça a troca com frequência. Um aquário maior, quando é esvaziado, demora demais para reestabelecer o PH. Por causa disso, os peixes ficam estressados.

Como você já deve ter percebido, um aquário de peixes carece de atenção em termos de limpeza. Mas é algo que não toma muito tempo e compensa no final: ter um animalzinho de estimação é ótimo para estimular os laços das crianças com a natureza.

Afora isso, os aquários ainda enfeitam o recinto, levando paz e beleza para sua casa. E aí? Este post te ajudou? Deixe seu comentário!

 

60 Compart.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *