Iniciantes no aquarismo

Iniciantes no aquarismo: escolha o peixe ideal!

Muitos apaixonados por peixes sonham em fazer dos filhos iniciantes no aquarismo, não é mesmo? Afinal, seria uma chance única e divertida de ensinar as crianças a ter mais responsabilidade. Acontece, porém, que esses amiguinhos, embora sejam ótimas companhias, são frágeis e ninguém quer que eles fiquem doentes ou mesmo morram.

Por esse motivo, antes de escolher seus peixes de estimação, é fundamental pesquisar sobre o habitat, o comportamento, a ração mais adequada, entre outros cuidados necessários, mas fáceis de serem postos em prática. O primeiro passo é decidir se o tanque será de água doce ou salgada. Depois, será preciso definir a temperatura, que pode ser quente ou fria. Ficou com vontade de montar seu aquário? Então veja nossas dicas para escolher o tipo ideal de peixe! Confira!

Peixes de água fria e doce

O tanque de água doce e fria é ótimo para os iniciantes no aquarismo, já que é econômico e simples de cuidar. Esse reservatório pode ser montado apenas com iluminação, termostato e filtro. Uma das espécies que vai muito bem nesse ambiente é o Kinguio, também conhecido como Goldfish.

Com um corpo oval, esse tipo de amiguinho gosta de temperatura entre 18 e 24 graus. O mais famoso deles é o alaranjado, mas há uma variação considerável de cores: branca, marrom, amarela, chá, cinza, vermelha e preta. Uma vez por semana, você precisa tirar cerca de 10% do volume do aquário e repor essa quantidade com água tratada. Quem também adora esse meio são os tetras. Essa linhagem é bastante agitada. Quando bem cuidados, os tetras podem chegar aos 10 anos. Trata-se de um tipo de peixe que prefere viver em grupo. Isolado, ele será menos ativo.

Espécies de água quente e doce

Também conhecido como aquário tropical, os tanques de água doce e quente devem ficar entre 22 e 28 graus. Desse maneira, nesse reservatório, existem mais opções de peixinhos para escolher, o que pode ser uma mão na roda para os iniciantes no aquarismo. O Danio, que também é chamado de peixe-zebra ou paulistinha, é uma ótima alternativa nesse cenário, já que suporta mais a oscilação de temperatura. Esses amiguinhos chamam bastante atenção da criançada por causa de suas listras azuis brilhantes e por gostarem muito de nadar na superfície.

Essa linhagem também é muito dinâmica. Por isso, ela não convive bem com espécies muito apáticas. O Danio também aprecia a convivência com outros peixinhos. O ideal é que o cardume conte pelo menos com seis deles. Nesse ambiente, ainda é viável criar o Molly, que tem um temperamento pacífico e cores e formas bem diversas.

Caso resolva manter um macho e uma fêmea da espécie Molly, tome cuidado com os filhotes. Na falta de alimentos, os adultos podem comer suas crias. Para evitar que isso ocorra, insira plantas no tanque. Dessa forma, os recém-nascidos poderão se esconder de seus pais em caso de necessidade.

Linhagens de água salgada

Muita gente pensa, de maneira errônea, que iniciantes no aquarismo não devem começar com um aquário de água salgada. Isso não é bem assim. O ambiente com sal realmente exige mais cautela, principalmente por causa do PH. No entanto, é simples adquirir kits para mensurar e neutralizar esse índice, o que vai garantir conforto para os animais.

Nesse tipo de tanque, você terá que prestar atenção no clima, uma vez que os peixes de água salgada são mais vulneráveis a diferenças de temperatura. Para quem é apaixonado por peixes, essa necessidade de cuidado é até uma das vantagens do aquarismo. Afinal, tratar esses amiguinhos é mesmo muito divertido.

Veja peixes ideais para o aquário marinho:

  • Tang: tem uma multiplicidade de colorações e é perfeito para aquários de dimensões maiores;
  • Goby: apresenta formas e cores diversas e um comportamento calmo;
  • Dottyback: com um perfil bastante sociável para a convivência com outras espécies, o Dottyback tem um nado que lembra o rastejar de uma cobra. Se for para ter mais de um peixinho desse tipo no aquário, compre todos juntos para eles não brigarem pelo território;
  • Peixe-palhaço: normalmente, eles são brancos com partes em laranja e podem ser agressivos com indivíduos da mesma espécie.

Como você pôde ver, os iniciantes no aquarismo têm muitos recursos para desvendar os mistérios da criação de peixes de jeito seguro, sem amargar a perda rápida de seus animaizinhos por causa do desconhecimento sobre o tema. Com alguns cuidados, que podem render momentos alegres e inesquecíveis com as crianças, você vai encantar seus filhos com esses graciosos pets aquáticos.

Para tanto, basta ficar de olho na qualidade da água, na temperatura e nos tipos de peixes que você vai agrupar em seu reservatório. É muito fácil, não é mesmo? Quer mais dicas para começar essa verdadeira aventura de uma vez por todas? Então leia também nosso artigo “Como limpar o aquário corretamente”!

34 Shares

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *