Como começar um setor de aquarismo

Como começar o setor de aquarismo no meu pet shop?

Muitos empreendedores têm planos para ampliar o rendimento dos negócios, não é mesmo? Não é diferente no mercado de pet shop. Você já parou para pensar que o aquarismo pode ser a solução? Ao contrário do que muita gente pensa, a venda de peixes e acessórios não implica custos altos nem trabalho em excesso necessariamente. Uma das vantagens dessa área é o público cativo: em qualquer cidade, há centenas e centenas de apaixonados por esses amiguinhos.

Mais um ponto positivo: as crianças são sempre clientes em potencial, já que ficam fascinadas com as cores e formas de um aquário. Outro grande nicho são as pessoas que gostam de animais, mas têm pouco tempo e espaço para receber um bicho de estimação de maior porte, como cães e gatos. Nesse contexto, como em qualquer negócio, o que faz a diferença é o planejamento.

É preciso ter informações sobre o que se vende à disposição dos consumidores, nunca deixar peixes mortos nas baterias de vendas e garantir que os aquários estejam sempre limpos. Ficou interessado? Quer saber mais? Então veja neste post como abrir um setor de aquarismo no seu pet shop! Acompanhe!

Preste atenção na visibilidade

Em termos comerciais, a visibilidade é o grande apelo do aquarismo. Por isso, pense em um local da loja que seja visto da rua. Dessa forma, os aquários ficarão perceptíveis para pedestres e até veículos. Essa estratégia vai permitir que você aproveite os clientes de comerciantes vizinhos como supermercados, agências bancárias, lojas, escritórios etc. Assim, você cria a oportunidade para atrair tanto quem ainda pensa em se tornar um iniciante no aquarismo, como os que já amam os peixes e até mesmo aqueles que jamais pensaram nesse assunto, mas que ficarão curiosos.

Fique de olho na lei de zoneamento

Não há leis específicas para a regularização de aquarismo nos pet shops, de acordo com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). Por isso, quem já tem uma loja desse ramo não terá muito trabalho com a documentação. O empreendedor, porém, deve se informar sobre a lei de zoneamento da cidade onde está localizado o seu comércio, o que pode ser feito na prefeitura. Outra dica é procurar a agência regional do Sebrae mais próxima do seu estabelecimento. Assim, fica mais fácil apurar a existência de legislação local sobre o tema.

Planeje a estrutura

Outro ponto importante é a estrutura para deixar os animaizinhos à mostra. Será preciso um showroom para exibir aquários já prontos e uma área para a circulação das pessoas. O ideal é deixar tanques com tipos diferentes de habitat disponíveis para os clientes perceberem as diferenças entre eles.

No mostruário, não podem faltar aquecedores com termostato, as bombas, os filtros e os compressores de ar. Também não se esqueça das maternidades, que são aquários menores nos quais as fêmeas são deixadas para ter as crias. Essa separação evita o canibalismo, comum em algumas espécies. Se você preferir, já existem no mercado baterias com aquários de peixe prontos para a venda.

Nesse caso, os tanques já vêm montados de acordo com as necessidades de cada tipo de peixe e também com informações sobre a maneira correta de cuidar. Para quem está começando, essa pode ser uma escolha mais prática. Lembre-se de que, no aquarismo, os peixes de estimação não são as únicas atrações.  Aproveite para vender enfeites, filtros, bombas, lâmpadas, remédios, ração, vitaminas etc. Até mesmo livros e revistas sobre o assunto costumam ter boa saída.

Procure fornecedores com credibilidade

Se você tiver fornecedores de confiança, nem precisará de mão de obra para montar um departamento de venda de peixes. Bons atacadistas, além dos animais e equipamentos, também entregam orientações de como fazer a manutenção. Com empresas renomadas, você fica mais à vontade para inovar e escolher tanques com design mais moderno, como os aquários curvos.

Outro benefício de selecionar com mais calma os provedores de sua loja é a possibilidade de uma venda mais simplificada, com aquários de peixes que são entregues em kits. Assim, você proporciona uma experiência de compra muito mais rica para os seus consumidores. Afinal, o cliente pode adquirir o reservatório já completo: decoração, filtro, luminárias e o próprio aquário em conjuntos pré-montados.

Como você já deve ter notado, o aquarismo é uma excelente oportunidade para alavancar as vendas de um pet shop. Com alguns cuidados e planejamento, não é preciso complicar o dia a dia da loja para começar a investir nesse mercado. Desse modo, será mais fácil aumentar o ticket médio.

Afinal, criar peixes exige uma série de itens, além dos animais em si. Com isso, os clientes acabarão gastando mais! E aí? Que tal tomar coragem e fazer acontecer? Ainda tem dúvidas? Então leia também nosso post sobre as vantagens de um setor de aquarismo no pet shop!

Siga-nos nas Redes Sociais e Compartilhe:
error0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *