peixe betta

Como cuidar do meu peixe betta?

O peixe betta é um dos grandes queridinhos dos apaixonados por aquarismo, sem sombra de dúvidas. Isso porque essa espécie proporciona muitos benefícios para os criadores, principalmente para quem está começando nessa atividade.

Afinal, os cuidados com esse amiguinho são simples e econômicos. Eles também contam com saúde vigorosa, o que reduz o risco de mortes. Além disso, são animaizinhos encantadores com suas cores vivas e suas barbatanas fartas.

Também conhecidos como “peixes de briga”, eles agem de forma bastante agressiva com os indivíduos da mesma espécie. Por essa e outras razões, alguns cuidados são necessários para garantir o bem-estar desse peixinho. Ficou interessado? Deu vontade de ter um peixe betta? Então aprenda neste post como cuidar do seu! Confira!

Aprenda a observar as condições de saúde

Antes mesmo de levar o seu peixe de estimação para casa, dê uma inspecionada em suas condições físicas. As cores, por exemplo, precisam ser fortes e vibrantes.  Com uma expectativa de vida de até dez anos, esse peixe tem seu comportamento alterado quando não está bem. Assim, interaja com o animalzinho na loja para ver se ele se agita no aquário. Se ele ficar apático, pode ser um sinal de doença.

Preste atenção nas barbatanas, que não devem ter ferimentos. Manchas brancas significam a possibilidade de problemas de saúde também. Quando chegar em casa, não se preocupe se o pet recusar o alimento. Saiba que o peixe betta não costuma comer no primeiro dia que vai para casa devido ao estresse da mudança de ambiente. Outra dica é não deixar o aquário aberto, porque essa espécie pula para fora da água.

É fundamental mais um cuidado no primeiro dia com esse pet: não coloque ele de uma vez na água nova. Ao adquirir seu betta, aproveite para comprar o condicionador de água e pergunte sobre a quantidade de gotas necessárias para o peixe que você está levando. É preciso inserir esse produto para garantir o equilíbrio do meio.

Depois, acrescente um pouco dessa água nova, que deve ser filtrada, no saquinho no qual o betta veio da loja. Depois de 20 minutos, você pode colocar seu amiguinho no novo lar! Lembre-se de que a temperatura deve ficar entre 22ºC e 32ºC.

Compre o aquário adequado para seu peixe betta

O aquário do betta não requer aparelhos complexos como filtros e termostatos. Esse peixinho gosta de águas calmas, com pouco ou nenhum movimento. Também não é necessário um volume alto de oxigênio.

O tamanho ideal do tanque deve possibilitar que o pet abra as suas barbatanas sem esbarrar nos vidros. Nos melhores pet shops, é possível encontrar as famosas “betteiras”, que são reservatórios feitos especialmente para o betta, daí a origem do nome. Mas se o aquarista quiser um aquário maior, de repente até para efeito de decoração, um modelo de 20 litros atende bem à demanda de um único peixe.

Escolha um lugar aconchegante

Embora o peixe betta seja resistente, ele não gosta de ficar em lugares com incidência muito alta de luz solar. Existe, inclusive, o risco de ele acabar cozinhando na água. Isso, é claro, se a exposição ao calor durar muito tempo. Da mesma forma, ele não vai bem com temperaturas muito baixas, não pode receber água da chuva nem ficar perto de produtos que exalem odores fortes, como gordura e derivados químicos.

Tenha cuidado com as companhias

Uma dica muito útil para quem está começando no aquarismo: o betta é muito violento com outros bettas, principalmente machos. Por isso, evite colocar mais de um animal dessa espécie no mesmo tanque. Se for tentar misturar um betta com outros peixes, estude muito bem o comportamento de cada um deles para realmente ter a certeza de que todos são compatíveis.

Alimente com equilíbrio

A ração do peixe betta vem em grãos que parecem pequenas bolinhas. Por isso, tenha cuidado para não se perder na conta da quantidade certa. Alimente seu pet duas vezes por dia, pode ser de manhã e à noite, com três ou quatro unidades da comida em cada refeição.

Não dê ração em excesso para não trazer danos ao equilíbrio aquático. Quando isso acontece, o alimento começa a apodrecer dentro do aquário, provocando reações bioquímicas nocivas. Como resultado, o peixinho pode adoecer.

Remova as bolinhas que sobrarem com uma rede sempre que as vir. Além disso, troque a água conforme a recomendação do pet shop. Geralmente, tanques sem filtro requerem a substituição a cada semana. Os que têm sistemas de filtragem, na maior parte dos casos, aguentam dez dias sem esse procedimento.

Para quem ama esse hobby, ter um peixe betta certamente será uma experiência incrível. Afinal, esses animaizinhos têm cores e formas encantadoras, além de fazerem muita graça quando são estimulados, como exibir suas nadadeiras e dar saltos pelo tanque.

Com poucas providências, é possível ter uma espécie desse tipo com bastante segurança e praticidade. Ainda com vontade de descobrir mais sobre o assunto? Então leia também nosso artigo “Aquarismo para iniciantes: tudo que você precisa saber!”

201 Compart.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *