mercado pet

Mercado pet: saiba por que esse segmento é tão promissor!

A cada dia, os animais de estimação ganham mais espaço nos lares e corações brasileiros. Por isso, o mercado pet continua em alta como nunca. Afinal, a relação dos donos com seus bichos tem ficado mais próxima. Desse modo, surgem muitas oportunidades de negócios: banho e tosa, passeios, aulas de adestramento, hospedagem etc. Isso sem falar nos produtos convencionais de um pet shop, como as rações, os remédios e os acessórios.

Quem ama seus pets quer sempre garantir a saúde e o bem-estar desses amados companheiros. Por isso, atender à demanda desse público pode significar chances enormes de sucesso. Ficou interessado? Quer saber mais? Então veja neste post as várias vantagens desse ramo! Acompanhe!

Elevada lucratividade

O alto potencial de ganhos financeiros na área de animais domésticos é apenas uma das vantagens do mercado pet. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), a expectativa é que essa modalidade de vendas chegue a atingir R$ 21,7 bilhões em rendimentos em todo o território nacional ao longo de 2018.

Embora os dados ainda não tenham sido contabilizados, a previsão ultrapassa a marca de 2017, quando o setor faturou R$ 20,3 bilhões. Afora isso, ainda de acordo com a entidade, o Brasil se tornou o terceiro do mundo em volume de lucros nesse segmento no ano retrasado.

Desse modo, do valor global de ganhos financeiros em 2017, que somou US$ 119,5 milhões de dólares, o mercado nacional ficou com 5,1%. Ou seja, nosso país só perde para os Estados Unidos (com 41% dos ganhos mundiais) e para o Reino Unido (com 5,3%). Por essa razão, esse campo comercial tem recebido expressivos aportes nos últimos anos. Afinal, trata-se de uma área que permanece em alta, com forte tendência de crescimento.

Diversidade de nichos no mercado pet

O segmento de animais domésticos proporciona ao empreendedor uma variedade de novos serviços e mercadorias. Por exemplo: a maioria dos donos trabalha o dia todo e sente pena de deixar seus amiguinhos em casa o dia inteiro. Para esse consumidor, uma creche especializada em cães e gatos cairia como uma luva. Nesse cenário, é viável oferecer atividades físicas e até mesmo algumas noções de adestramento. Assim, um cachorrinho pode aprender enquanto se diverte.

O mesmo vale para os hoteizinhos, já que muitos tutores precisam de lugares de confiança para deixar seus bichos enquanto viajam. Outra alternativa é investir no setor de aquarismo. Isso porque algumas pessoas querem ter um animal em casa, mas moram em apartamentos e acham isso impossível por causa da falta de espaço. Nessa circunstância, os peixes de estimação representam uma excelente escolha.

Com esse investimento, o empresário terá como aumentar seu ticket médio. Para tanto, bastará colocar à disposição dos clientes itens complementares como ração para peixes, termostatos, aquários, medicamentos e filtros. Dessa forma, há incontáveis opções para ganhar dinheiro nesse ramo: book fotográfico para pets, spa para relaxamento e beleza, linhas de rações naturais etc.

Paixão pelos animais

Em um mundo cada vez mais estressante, contar com um pet em casa é quase como uma terapia. Até porque os bichos são afetivos e carinhosos, o que traz calma e ajuda a reduzir os níveis de ansiedade. Afora isso, o amor pelos animais só aumenta. Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que quase a metade das casas brasileiras tem pelo menos um cão: 44,3%. Isso sem mencionar os gatos, peixes, aves, coelhos e outros amigos que costumam fazer parte da família. Esse sentimento contribui para colocar o mercado pet em franca ascensão.

Nesse sentido, tem se tornado comum as pessoas tratarem seus pets como filhos ou simplesmente se sensibilizarem com eles. Uma prova disso foi a comoção que tomou o país no caso da cachorrinha do Carrefour, morta depois de sofrer maus tratos.

Incentivo à adoção

Com a ampliação das campanhas sobre os direitos dos animais ultimamente, o número de adoções está aumentando. Afinal de contas, salvar os bichos do abandono ou da violência é algo que muita gente deseja. Nesse contexto, a quantidade de pessoas interessadas em iniciar no hobby de ter um animal de estimação cresce no mesmo ritmo. Para o mercado pet, essa conjuntura é bastante favorável. Isso porque, quando um bichinho ganha um novo lar, ele passa a consumir diversos produtos e serviços por vários anos.

Como você já deve ter percebido, inúmeros fatores colocam o mercado pet como uma das mais promissoras formas de investimento. Nesse tipo de atividade, é possível lucrar com a venda de itens que vão desde o trivial até os mais extravagantes. Isso sem mencionar os serviços, como os de estética, de comportamento e de medicina veterinária. E você? Quer saber mais sobre como ganhar dinheiro nesse campo comercial? Então leia também nosso artigo “Vantagens de ter um setor de aquarismo no seu pet shop!”.

 

114 Compart.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *