tendencias do mercado pet

4 Tendências do mercado pet que sua loja não pode perder

O segmento de animais domésticos já provou ser bastante rentável, além de se manter em crescimento há alguns anos. Para vencer nessa área, porém, é preciso ficar de olho nas tendências do mercado pet. Afinal, sem esse monitoramento, você corre o risco de ser ultrapassado pela concorrência. Por isso, quem quer destaque tem que acompanhar as inovações.

Assim, seu negócio não vai perder a capacidade de encantar as pessoas. Se você ambiciona aumentar as suas vendas, rastrear os desejos de sua audiência pode ser a chave para o sucesso. Quer saber mais? Então confira neste post quatro interessantes tendências do mercado pet. Elas vão trazer muitas vantagens para seu pet shop. Veja!

1. Vendas no e-commerce

Todo mundo sabe o quanto a vida da maioria da população é corrida. Nas médias e grandes cidades, esse problema é ainda maior. Por isso, cada vez mais os clientes desejam serviços que ajudem a evitar a perda de tempo. Nesse sentido, um sistema de e-commerce pode ser uma grande iniciativa. Assim, você consegue atingir consumidores de outros bairros e, ao mesmo tempo, terá como proporcionar mais conforto para os compradores da vizinhança.

Lembre-se de que o público procura por produtos e serviços na internet. Desse modo, permanecer online é indispensável. Além de um sistema de vendas digital, é necessário investir nas redes sociais. Como consequência, você vai fortalecer a marca e a relação com o público.

2. Feiras de adoção

Nos últimos tempos, vem crescendo a disposição das pessoas para adotar os animais de estimação. Em parte, isso se deve à adesão cada vez maior à causa ecológica, que hoje está bastante popular na mídia e no universo virtual. Assim, muita gente acaba optando pela adoção para salvar bichinhos abandonados ou até mesmo para resgatar pets que tenham sofrido maus tratos. Afora isso, os cães de raça à venda são muito caros, já que podem custar mais de R$ 3 mil reais.

Nesse quadro, uma das tendências no mercado pet é oferecer feiras de exposição com animais que necessitem de um lar no seu comércio. Caso você não possa manter esses bichos na loja, a dica é procurar por parcerias com Organizações Não Governamentais (ONGs). Dá para reservar um espaço no pet shop para que eles fiquem no seu local de vendas esporadicamente.

3. Serviços funerários

Também estão em crescimento os serviços funerários especializados nos animais domésticos. Quando esses amigos tão queridos morrem, muitos donos não têm um local apropriado para a destinação do corpo. Por isso, a cremação é outra atividade em voga. É possível contratar planos de emergência, logo após o óbito, ou firmar uma parceria preventiva. Neste caso, os tutores têm a escolha de parcelar o pagamento. Mesmo que você não tenha capital para abrir esse tipo de negócio, é bom que conheça opções de confiança para indicar.

4. Aquarismo

O segmento de aquarismo é mais um que está entre as mais novas tendências do mercado pet. Com as famílias morando em apartamentos cada vez menores, criar um cão ou um gato vem ficando mais complicado. Afora isso, os aquários são elementos decorativos fascinantes e proporcionam um clima de relaxamento.

Com a correria da vida moderna, o consumidor não conta com muito tempo para se dedicar a um pet. Dessa forma, cuidar de um peixe acaba sendo a escolha perfeita. Afinal, eles não dão tanto trabalho. Embora haja variações conforme o tanque e as espécies, em geral, basta alimentar os animaizinhos duas vezes por dia e limpar o aquário uma vez por semana.

Mais um estímulo é a economia. Os gastos no aquarismo costumam ser menores do que as despesas para ter um cachorro ou um felino. Isso porque não é preciso vacinar, castrar, levar para passear etc. Desse modo, as chances de o cliente partir para esse hobby por impulso são maiores. Se você acha que dá muito trabalho investir nessa área, saiba que está enganado.

Atualmente, é possível adquirir baterias com aquários que são verdadeiros estandes prontos para a venda. Você recebe reservatórios já montados em conformidade com as necessidades de cada tipo de espécie. Dessa forma, fica muito prático para o comerciante e para quem compra os tanques.

Conhecer as tendências do mercado pet, portanto, é indispensável para o negócio crescer. Com um olhar dedicado para o que acontece na área, é simples oferecer novidades atraentes. Assim, você expande as vendas na sua loja.

Afora isso, acompanhar as inclinações desse segmento vai deixá-lo mais preparado para tempos difíceis, como quando as vendas estiverem em baixa. Que tal ficar sempre por dentro do mercado pet e do aquarismo? É fácil: siga a Aquaterrário no Facebook!

34 Compart.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *