o que é aquarismo jumbo

O que é o aquarismo jumbo?

Você sabe o que é o aquarismo jumbo? Já pensou que esse ramo da criação de peixes pode ajudar a aumentar as suas vendas?

Na verdade, o aquarismo jumbo é uma vertente desse hobby dedicada a animais de grande porte. Alguns especialistas consideram como jumbos peixes que, quando adultos, ultrapassam os 20 centímetros de comprimento.

Esses animais podem ser predadores, mas nem sempre são. Por causa de suas dimensões descomunais, na comparação com os peixinhos que normalmente vemos nos aquários, os jumbos exigem uma superestrutura.

Nos últimos anos, essa modalidade tem crescido e ganhado cada vez mais adeptos. Mesmo que não haja grandes saídas em termos de vendas, esse tipo de aquarismo conta com clientes apaixonados, ou seja, muito fiéis.

Afora isso, um aquário de peixes jumbo em um petshop vai atrair muitos consumidores por causa da curiosidade. Dessa forma, esse recurso pode permitir a ampliação do ticket médio, algo que você busca há tanto tempo, não é mesmo? Quer saber mais sobre o que é o aquarismo jumbo? Então acompanhe nosso post!

Saiba como encontrar o aquário adequado

No aquarismo jumbo, os sistemas que envolvem os viveiros precisam ser maiores e mais potentes do que os convencionais. Para ter um aquário saudável de peixes jumbo, pense em um reservatório com as seguintes proporções: 200 x 70 x 70 centímetros.

Um aquário desse volume, no início, pode até parecer exagerado. Mas, à medida que os animais crescerem, você vai perceber que uma unidade menor não comportaria essas espécies.

Boa parte dos jumbos é carnívora, o que significa que eles defecam em grande quantidade. Por causa dessa característica, é essencial um sistema de filtragem possante. O modelo de filtro mais recomendado é o conhecido como sump, que em inglês significa “fossa sanitária”.

O sump reúne vários métodos de filtragem em um único equipamento, e suas peças são fixadas com total customização. Isto é, você adquire um filtro dessa categoria de acordo com o tipo de fauna que quiser.

Normalmente, ele é encaixado na parte inferior do aquário. Vem justamente daí a origem do nome, que realmente lembra uma fossa, que também é fixada embaixo da terra.

Depois que ele estiver pronto, será feito um processo para a formação de bactérias que fazem bem aos jumbos. Esses micro-organismos ajudam a limpar o ambiente pelo método biológico.

Esse tipo de aquarismo tem despertado a paixão dos amantes do tema. Para se ter uma ideia, os pets aquáticos de grande porte reagem muito mais às interações com os donos do que os exemplares menores. Alguns, inclusive, reconhecem seus tutores, ficando bastante agitados na presença deles. Veja exemplos de peixes jumbo:

  • jacundá vermelho;
  • tucunaré amarelo;
  • pacu albino;
  • dourado;
  • arraia;
  • trairão.

Aprenda a alimentar da forma correta

Uma parte muito importante de quem está interessado em descobrir o que é o aquarismo jumbo é a alimentação. É fundamental compreender o que esses peixes comem.

Em seus habitats nativos, os jumbos geralmente se nutrem de outros animais vivos. Já em cativeiro, eles podem comer outros peixes menores, mas também costumam gostar da ração industrial. Outros preferem filés de peixes retalhados em pedaços pequenos.

A melhor forma de deixá-los bem sustentados é oferecer comida diversificada. Afora isso, é bom complementar a alimentação com complexos de vitaminas. Desse modo, eles terão uma vida duradoura e com a saúde vigorosa. Esses animais vivem por até 20 anos, caso sejam tratados da forma correta.

Conheça um segredo para evitar brigas

Existe um truque capaz de afastar o risco de brigas entre os peixes jumbo. Apesar dessa tática, é essencial estudar a compatibilidade entre as várias espécies antes de escolher seus pets aquáticos gigantes.

Separe um saco de lixo, de preferência da cor azul, tesoura e uma pedra. Em seguida, abra essa bolsa plástica e insira dentro dela a pequena rocha escolhida. Depois, dê um nó no saco bem rente à pedra.

Recorte a parte do saco de lixo que sobrar em tiras verticais, como se fossem rabiolas de pipa. Coloque dentro da estrutura aquática. Ao contrário do que acontece no oceano, onde os peixes podem engolir o plástico, nesse método isso não ocorre. Afinal de contas, bem alimentados, os animais em um viveiro têm o senso predador bem menos aguçado.

As tiras do saco de lixo se movimentarão dentro do aquário como se fossem folhas de algas. A tendência é que os animais comecem a se posicionar de modo que evitem essa estrutura estranha.

Desse jeito, você impedirá que um animal fique frente a frente com o outro, o que pode ocasionar um desentendimento. Além disso, são formados territórios dentro do aquário para cada indivíduo. Essa é uma medida paliativa e provisória. Conforme os peixes alterarem a conduta, você pode remover essas peças.

Como você já deve ter percebido, entender o que é o aquarismo jumbo é algo fascinante. Por isso, pode ser uma boa maneira de atrair mais clientes para o seu petshop. Mesmo quem não tem espaço em casa pode ficar curioso e entrar em sua loja. Quem sabe essa pessoa não acaba levando um peixinho menor ou mesmo algum acessório?

Que tal saber como despertar o interesse de mais consumidores? Então leia também nosso artigo sobre aquarismo para iniciantes!

Siga-nos nas Redes Sociais e Compartilhe:
error0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *