os peixes ouvem

Os peixes ouvem? Eles têm ouvidos? Eles gostam de música? Saiba já!

É muito comum que os apaixonados por aquarismo sintam vontade de passar o amor pela criação de peixes aos filhos. Nem sempre, porém, é simples envolver a criançada nesse hobby, mesmo ele sendo tão fascinante para você. Nesse sentido, explicar sobre curiosidades, como se os peixes ouvem, pode ajudar a despertar o entusiasmo no público infantil.

Afinal, esses seres aquáticos são mesmo muito interessantes e são ótimos instrumentos para um aprendizado lúdico. Desse modo, contar para os pequenos se esses animais conseguem sentir dor, o que eles comem ou até mesmo como respiram é uma ótima estratégia de atrai-los para essa atividade.

E você? Ficou com vontade de descobrir se os peixes ouvem mesmo? Então venha com a gente!

Descubra se os peixes têm ouvidos

Sim, os peixes têm ouvidos! Mas o sistema auditivo deles é bem mais primitivo do que o dos seres humanos. Desse modo, ao contrário das pessoas, esses animais não dispõem de ouvido interno e médio. Aliás, esses órgãos sequer ofereceriam alguma funcionalidade dentro d’água.

Semelhante aos répteis, o ouvido dos peixes é interno e fica dentro da cabeça, na parte que fica logo embaixo do olho, bem na lateral do crânio. Essas “orelhas” são interligadas a um nervo auditivo.

Afora isso, esses animais desfrutam de canais semicirculares que abrigam células sensitivas. A qualidade da audição, porém, é bem diferente da humana. Para se ter uma ideia, os peixes ouvem entre 30 e 3 mil vibrações de ondas sonoras por segundo. Em pessoas, esse índice é em média de 30 mil batidas.

Entenda se eles escutam de verdade

Iniciantes no aquarismo podem ter dúvidas se os peixes ouvem de verdade. Sim, esses pets aquáticos escutam os sons. Acontece, entretanto, que eles só conseguem perceber barulhos em baixa frequência. Por outro lado, os peixes sentem o tremor das ondas sonoras na água.

Isso acontece por meio da chamada linha lateral, que é conectada ao sistema nervoso central desses seres.

São linhas que vão do dorso ao ventre e que têm orifícios chamados de fossas. Por esses buraquinhos, os peixes recebem os sinais de que há movimentação externa. Depois de coletar os estímulos sonoros, eles são processados por uma fina rede receptora.

Com essas linhas, esse animal capta as ondulações de baixa intensidade. Por isso, eles têm a capacidade de notar o vibrar da propagação das ondas. Diante disso, é uma lenda aquele papo de pescador de que conversar enquanto se pesca espanta os peixes. Isso não acontece!

São raríssimos os barulhos de fora da água que podem ser escutados por essas espécies. Mas se um ruído for produzido no interior de um rio ou de um lago, isso vai, sim, alertar os peixes. Tanto os que estão perto como os que estão mais distantes.

Afinal, essas oscilações se deslocam de maneira muito veloz no ambiente aquático, por causa da densidade da água, que favorece essa trajetória.

Sendo assim, os peixes ouvem o mexer de uma vara de pesca quando esse objeto está imerso. O mesmo ocorre com os remos, que também podem ser notados pelo sistema auditivo desses bichos.

É assim que esses animais fogem de predadores. Em geral, os peixes ouvem mais os tons graves.

Veja se esses pets gostam de música

Além de serem capazes de escutar dentro da água, os peixes ouvem música. Isso mesmo! Ao menos essa foi a conclusão de uma pesquisa com dourados feita em 2013. Esse estudo, realizado pela Universidade de Keio, no Japão, descobriu que essa espécie de peixe não apenas escuta canções como sabe distinguir uma música erudita da outra.

Dessa forma, esse experimento detectou que os dourados puderam reconhecer quando era tocada uma música de Sebastian Bach e quando a canção em reprodução era de outro consagrado artista: Igor Stravinsky.

Você deve estar se perguntando: como os cientistas chegaram a tal resultado? A equipe liderada pelo professor Kazutaka Shinozuka deixou um grupo de oito peixes dentro de um tanque ouvindo as obras desses dois artistas por 20 segundos.

Dando ração como prêmio a esses pets, os pesquisadores fizeram com que eles tocassem em um objeto na superfície da água toda vez que uma música de Bach tocasse.

Desse modo, os estudiosos perceberam que, em 75% das tentativas, os dourados diferenciavam a melodia de um compositor da do outro.

Como você já deve ter notado, os peixes ouvem sim! Embora tenham um sistema auditivo mais precário do que o humano, dentro da água, eles são completamente aptos a perceber o som.

Quer saber mais sobre o intrigante mundo do aquarismo? Então leia também nosso post sobre como os peixes respiram!

Siga-nos nas Redes Sociais e Compartilhe:
error0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *