peixe dourado

Peixe dourado: saiba tudo sobre o Goldfish

Quem tem filhos, uma hora ou outra, será surpreendido pela vontade das crianças em ter um bichinho. Contudo, isso nem sempre é possível. Afinal, existem os gastos e o tempo de dedicação que um animal exige, não é mesmo? Nesse cenário, o peixe dourado pode ser a solução perfeita. Isso mesmo!

Desse modo, o Kinguio Oranda Red, outro nome desse peixe, é um grande protagonista do aquarismo. Isso porque sua beleza, meiguice e capacidade de sobrevivência fazem ele se destacar na preferência dos adeptos dessa modalidade de criação.

Esse animal aquático, também chamado de Peixinho Japonês, Peixe Vermelho e Goldifish, é originário da Ásia, principalmente da China e do Japão. Além disso, ele gosta de uma temperatura mais amena, entre 18 e 24ºC.

Com suas lindas cores douradas, avermelhadas e alaranjadas, esse peixinho também é um sucesso para a decoração de aquários. Por essa razão, ele virou uma verdadeira estrela na mídia. Tanto isso é verdade que ele sempre aparece em seriados, desenhos e filmes.

Mais um ponto a favor desse pet é a simpatia. Afinal, ele gosta de nadar ao redor do aquário quando se depara com os tutores e abre e fecha a boquinha desesperadamente para chamar a atenção.

Assim, com esse comportamento, ele virou o queridinho entre o público infantil. Quer saber mais sobre o peixe dourado? Então acompanhe este post!

Conheça a alimentação do peixe dourado

Esse amiguinho é um comilão, embora não seja predador. Na natureza, ele ingere vegetais, insetos, crustáceos, entre outros pequenos animais. Mas você não precisa dar comida viva para ele, viu?

Atualmente, estão disponíveis no mercado rações apropriadas para o Goldfish, geralmente vendidas em grãos. No entanto, é necessário cuidado na escolha desse alimento industrializado.

Isso porque o Peixinho Japonês é muito vulnerável às complicações intestinais. Desse modo, não dê alimento que não tenha sido fabricado para essa espécie.

Tome cuidado com o tamanho do aquário

Mais uma atenção importante com o peixe dourado é em relação ao tamanho do aquário. Para se ter uma ideia, um kinguio adulto come a mesma quantidade de quatro similares mais jovens. Ou seja, ele vai defecar em grande volume.

Portanto, para deixar o aquário saudável, cada Goldifish mais novinho precisa de no mínimo 5 litros de água. Já os kinguios mais maduros necessitarão de um espaço entre 10 a 30 litros de água para cada indivíduo.

Infelizmente, acontece muito de deixarem o cardume em aquários pequenos ou com filtro de baixa capacidade de operação. Por tudo isso, é fundamental calcular direitinho a dimensão do aquário. Afinal, ele pode alcançar até 30 centímetros de comprimento.

Diante disso, não é bom para ele os aquários arredondados que sempre são mostrados na mídia. Esse tipo de ambiente não é saudável para esse peixe de estimação. Lembre-se de que a falta de espaço provoca doenças e até a morte.

Avalie a compatibilidade de outras espécies com seu peixe dourado

O Goldfish é bastante sociável, mas é indispensável avaliar com critério quais animais de outras espécies lhe farão companhia. Isso porque o Kinguio convive muito bem com peixinhos tranquilos e que gostam de um clima mais frio.

Porém, não é bom deixar esse pet junto com outros mais velozes. Quando isso acontece, ele costuma perder na corrida pela ração. Por exemplo: Tetras e Sumatras são ágeis demais para ficar com o Kinguio.

Embora não seja predador, o Peixe Japonês põe tudo que cabe na boca para dentro. Por isso, exemplares muito menores do que ele poderão ser devorados. Por outro lado, podem se dar muito bem com ele espécies de peixes como o Molinésia, o Limpa-Vidros e o Cascudo.

Veja detalhes sobre a reprodução do Peixinho Japonês

Sobre a reprodução do peixe dourado, há boas notícias: ela é bastante simples. Todavia, é imprescindível tomar algumas medidas de precaução. Dessa maneira, é suficiente colocar um casal no aquário com bastante plantas que flutuem na água.

Assim, as fêmeas põem os óvulos sobre esses vegetais. Depois, os machos fazem a fecundação. Além disso, assim que forem fertilizados, esses óvulos devem ser separados dos pais. Do contrário, esses novos peixinhos correm o risco de serem engolidos pelos seus progenitores.

Como você pôde perceber, o peixe dourado é muito interessante para se tornar o mais novo membro da família. Afinal, ele não causa despesas enormes como um gato ou um cão. Além disso, também não exige muita atenção e tempo.

Desse modo, você pode fazer a alegria dos seus filhos sem gastar demais nem ter muitas preocupações. Ficou animado para começar seu aquário? Então leia também nosso artigo sobre aquarismo para iniciantes!

Siga-nos nas Redes Sociais e Compartilhe:
error0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *